Arquivos do Blog

VOTO NULO, BRANCO e VÁLIDO. Walter Costa Porto ex-ministro do TSE esclarece os mitos sobre a votação no Brasil.

VOTO BRANCO OU NULO NÃO AJUDA E NEM VAI PARA NENHUM CANDIDATO OU PARTIDO POLÍTICO.

Obs.: Todo o conteúdo dessa publicação tem suas fontes diretamente ligadas com Supremo Tribunal Federal e ao Superior Tribunal Eleitoral. Você pode consultá-las e verificá-las. São informações a partir de suas fontes oficiais, portanto, são claramente confiáveis.

VOTO NULO: É considerado voto nulo quando o eleitor manifesta sua vontade de anular, digitando na urna eletrônica um número que não seja correspondente a nenhum candidato ou partido político oficialmente registrados. O voto nulo é apenas registrado para fins de estatísticas e não é computado como voto válido, ou seja, não vai para nenhum candidato, partido político ou coligação.

Fonte: http://www.tse.jus.br/eleitor/glossario/termos/voto-nulo

VOTO BRANCO: Aquele em que o eleitor não manifesta preferência por nenhum dos candidatos.

Fonte: http://www.tse.jus.br/eleitor/glossario/termos/voto-em-branco

VOTO VÁLIDO: A legislação eleitoral considera como válido o voto dado diretamente a um determinado candidato ou a um partido (voto de legenda). Os votos nulos não são considerados válidos desde o Código Eleitoral (Lei nº 4.737/65). Já os votos em branco não são considerados válidos desde a Lei nº 9.504/97.

Fonte: http://www.tse.jus.br/eleitor/glossario/termos-iniciados-com-a-letra-v#voto-valido

Acompanhe a entrevista com ex-ministro do TSE Walter Costa Porto e entenda mais.

Fonte: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=162659&caixaBusca=N

Urna Eletrônica

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: